A Arte Educação na berlinda

Revista Desvio

Sempre ressalto a importância da Arte Educação como grande percursora da mudança social. Contudo, com o advento do conservadorismo do presidente Jair Bolsonaro e suas indicações para a ocupação dos ministérios, vejo que a Arte Educação está por um fio.

O professor, que se diz filósofo, Ricardo Vélez Rodríguez divulgou seus planos para a Educação. Com ideias como “preservação de valores caros à sociedade brasileira” e a falsa conclusão de que “na sua essência” os brasileiros são conservadores e avessos “às experiências que pretendem passar por cima de valores tradicionais ligados à preservação da família e da moral humanista”, o ministro inicia sua jornada mostrando sua intenção. Projetos como “Escola sem partido” terão preferência na pasta. Mas o que a arte tem a ver com isso?

Ao entender que uma das funções da educação é transformar indivíduos e oferecer meios emancipatórios, temos como foco as ferramentas que levam à essa…

Ver o post original 396 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s